Localizado no município de Viamão e a 60km de Porto Alegre o Parque Estadual de Itapuã é uma das mais belas áreas protegidas junto à região metropolitana. Uma verdadeira surpresa para quem está acostumado à urbanização da Capital Gaúcha.

O local ainda abriga campos e matas com rica flora e fauna nativa e tem ainda dunas, praias e lagoas de águas doces e tranquilas que servem de parada para as aves migratórias que passam pela região.

O Parque

O Parque Estadual de Itapuã é uma Unidade de Conservação (UC), que foi criada em 14 de julho de 1973. No entanto, esta área nem sempre esteve protegida. Antes de se tornar uma UC, toda a região estava sendo irregularmente urbanizada e gradualmente destruída pelos turistas que frequentavam o local. Foi com o fechamento do parque para o público em 1991 que começaram os trabalhos de recuperação do meio ambiente que já havia sido devastado.

Por motivo dos danos sofridos no passado, o Parque ainda passa por um processo de recuperação da fauna e flora local e  por isso somente parte dele fica aberto à visitação.  Principalmente no verão é possível curtir uma da praia e, eventualmente, realizar alguma trilha que esteja aberta. Informe-se sobre sobre as regras e espaços abertos ao público com os guarda-parques, jundo à recepção.

Um pouco de História

Além da questão ambiental o Parque ainda possui muitos locais históricos que foram cenários importantes durante a Revolução Farroupilha, como a Ilha do Junco, a Ferraria dos Farrapos e o Morro da Fortaleza. Esse último, inclusive, em 1836 foi palco de ataque um dos soldados imperiais e lá morreram 32 farrapos. Sabe-se também que há duas embarcações farroupilhas naufragadas perto da Praia das Pombas.

Infraetrutura

A infraestrutura conta com banheiros, estacionamento, churrasqueiras e vigilância, somente isso. Não há restaurantes no local, apenas um bar que funciona somente na Praia das Pombas e somente durante o verão. Por isso, por garantia leve água e comida! E se pretende usar as churrasqueira chegue cedo, pois elas são ocupadas por ordem de chegada.

Serviço

O Parque fica aberto de quartas a domingos, das 9h às 17 hora e o custo do ingresso era R$ 5,13 (em Março de 2012) por pessoa/por praia e pode ser adquirido na entrada do parque.

Por questão de sustentabilidade o parque tem um limite de 700 visitantes por dia por isso nos finais de semana da alta temporada é bom comprar o ingresso com antecedência para não correr o risco de ficar do lado de fora do parque.

Telefone de contato: 3227.6516

Regras para uso do Parque Estadual de Itapuã:

A visitação no Parque tem como foco a contemplação da natureza e a recreação em contato com os ambientes naturais. Visando à conservação da natureza no Parque e à segurança dos visitantes, algumas normas devem ser respeitadas nessa Unidade de Conservação:

– É permitido: banhar-se nas áreas demarcadas; usar guarda-sol, somente nas praias de areias; usar somente bóias de braço (crianças devem ter sempre acompanhamento dos pais ou responsáveis); usar piscina infantil, somente sobre áreas de terra ou areia.

– Não é permitido: usar jet-ski, prancha, caiaque e assemelhados; deslocar-se nas pedras; circular de bicicleta; jogar bola; usar churrasqueiras portáteis e fogareiros a gás; ouvir som alto; pular dos trapiches; alimentar os animais existentes no Parque; coletar qualquer tipo de material vegetal; pendurar quaisquer objetos nas árvores; entrar no Parque com animais domésticos; ingressar no Parque com lenha e utilizar gravetos e/ou materiais existentes no Parque para fazer fogo.

Ingressos:

– Os ingressos são vendidos somente na entrada do Parque, até as 17h.

– O ingresso é cobrado por pessoa e por praia; caso o visitante deseje conhecer as duas áreas, deverá adquirir ingresso para cada praia.

– Crianças com até 10 anos de idade são isentas do pagamento de ingresso.

– O valor do ingresso é determinado pela Lei Estadual n° 8.109/1985, que define as taxas de serviços diversos relativos aos órgãos estaduais, com base na Unidade Padrão Fiscal (UPF). Para valores atualizados, consultar o site da Secretaria Estadual do Meio Ambiente – SEMA.


Atenção! Você curte nosso site e nosso trabalho? Curte as dicas e conhecimentos que produzimos? Então pedimos que você colabore fazendo uma pequena doação, o quanto você puder pagar... Essa é uma forma de manter nosso site funcionando. Qualquer valor para nós faz toda diferença para ajudar a manter o site no ar. Para doar apenas Clique no Botão abaixo!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorCheck list de acampamento
Próximo artigoCamping Aquático
Porto-alegrense, mochileira, campista e formada em turismo. Um dia ela resolveu unir todas suas paixões: natureza, viagens, campismo, biologia, geologia, turismo e se tornou co-fundadora deste site.
  • Paganella – Hammer67

    Olá pessoal! Parabéns pelo excelente site! Gostaria de um esclarecimento, não ficou muito claro para mim se é possível acampar no parque ou apenas visitá-lo. Obrigado