Localizada no litoral paulista, Ilhabela esconde em suas praias e trilhas alguns locais de rara beleza, que merecem ser descobertos por quem busca uma boa aventura em contato com a natureza.

Hoje em dia, a Ilha é um local bastante urbanizado e é possível encontrar nela todos os serviços básicos e ainda uma boa infraestrutura para receber os turistas que lotam esse destino, principalmente durante o verão.

A ilha possui basicamente uma única estrada, que margeia toda a costa oeste da ilha, do extremo norte ao sul. Já a porção leste é onde ficam algumas praias de difícil acesso e o Parque Estadual de Ilhabela, uma área mais preservada.

Saindo da balsa, em direção ao norte fica a Vila, que é a parte mais habitada da ilha e onde se encontra a maioria dos serviços, restaurantes, pousadas, cafés, lojinhas, agências, etc.

Acesso à ilha

Para chegar à ilha, é preciso pegar a balsa que sai de São Sebastião, no continente. A travessia demora cerca de 20 minutos e a frequência de balsas está adequada ao fluxo de pessoas.

Para quem atravessa a pé ou de bicicleta, não há custo para pegar a balsa. Já para veículos, acesse aqui a tabela de valores.

Deslocamentos internos

Se você estiver de carro, não terá nenhum problema em se deslocar. Como comentamos, há basicamente uma estrada que atravessa a ilha de norte a sul, pelo litoral oeste. Nos bairros e praias, as estradinhas costumam ser de terra mesmo, impossível se perder. Apenas uma coisa inconveniente, relatada pelos moradores, são os longos engarrafamentos que se formam nessa única estrada ao longo da alta temporada. E mesmo que você vá na baixa temporada, apenas para passar o final de semana, podem ser um pouco problemáticas as longas filas que se formam para pegar a balsa no início e no fim do final de semana.

Para quem está a pé e se deslocando de ônibus, outro inconveniente pode ser a baixa frequência dos ônibus que, dependendo do local, passam apenas de hora em hora. Se possível, informe-se sobre os horários para otimizar os tempos dos deslocamentos. Já se você não tem pressa, sente e aguarde… uma hora o ônibus passa!

Estrada da ilha que atravessa de norte a sul

Temporada

Há grandes variações no funcionamento da estrutura turística entre a alta e baixa temporada. Ou seja, se você visitar a ilha no verão, tudo estará 100% funcionando. Já na baixa temporada, especialmente durante a semana, muitas coisas podem estar fechadas ou com funcionamento em horário reduzido.

Mosquitos/borrachudos

Junto com suas belezas, a ilha carrega a ingrata fama de ser assolada por borrachudos, um tipo de mosquitinho que pica e coça muito. Mas hoje em dia o número de borrachudos já é bem menor que no passado e é possível conviver com eles. Só não deixe de levar um repelente!

Campings

Na ilha, é possível encontrar diversos campings, tanto na parte norte, como na parte central e no sul. Há ainda um camping na isolada praia do Bonete e dois na Praia de Castelhanos. O mais estruturado deles é o Camping Pedra do Sino, no extremo norte. Já mais para o sul, uma ótima opção é o Camping Canto Grande, com linda área verde, bem cuidado, ótimo atendimento e saída direto para uma praia quase exclusiva. Excelente pedida!

Trilhas e praias

A Ilha possui várias trilhas. Talvez as mais interessantes sejam a que sobe o Pico do Baepi, a que leva à Praia do Bonete, ou ainda a que leva à Praia de Castelhanos (leia abaixo sobre essa trilha).

Alguns tracklogs das trilhas de Ilhabela podem ser encontrados no site da Trekking Brasil.

Praia de Castelhanos

O FuiAcampar fez essa trilha (caminhada) a partir da saída da balsa até a praia, que são cerca de 25 km. Na realidade, hoje em dia esse caminho não é mais uma trilha, e sim uma estrada que pode ser percorrida de carro até quase a areia.

Entrada do Parque Estadual de Ilhabela – Trilha para Castelhanos

Chegando

Se você é do tipo que não dispensa uma bela caminhada, é possível chegar a pé a até a praia. A trilha inteira é de 22 km, sendo quase a metade dela uma subida não muito inclinada mas constante. Leve água, máquina fotográfica e boa disposição!

Se você estiver em um carro 4X4, é possível chegar de carro até a praia. Mas se você for com um carro “normal”, precisará estacionar um pouco antes de chegar lá, pois há um rio de cerca de 100 m antes da praia. Daí a travessia do rio tem que ser feita a pé, mas a altura da água não vai muito acima do joelho.

Se você não tiver carro ou vontade de caminhar os 22 km da trilha, há muitas operadoras que realizam passeios para a praia, normalmente saindo de manhã, esperando o pessoal almoçar na ilha e voltando no meio da tarde ou final do dia.

Para quem quiser encarar a caminhada de ida, mas não a de volta, há três opções: contratar um 4X4 apenas para a volta (não há garantias), pedir uma carona (não há garantias) ou acampar lá em um dos campings da praia, mas daí você já tem que ir preparado para isso, com barraca e demais materiais necessários.

Acampando

Não é permitido acampar na areia, mas há dois campings na praia, ambos de frente para o mar, bastante simples, combinando com a rusticidade do local.

Almoçando

Na praia há vários restaurantes, todos simples, servindo principalmente frutos do mar, com o pé direto na areia. Nossa dica é o restaurante Maré Mar, atendido pelo simpaticíssimo Junior, que chama os clientes pelo nome, trata todos com atenção, faz fotinhos dos clientes, de diversos ângulos, e serve uma comida deliciosa! É ao lado desse restaurante que fica um dos campings onde é possível pernoitar.

Aproveitando

A infraestrutura da praia é ainda bastante simples. Há apenas alguns restaurantes para atender aos turistas e algumas casas de moradores.  Isso é tudo. A pedida é caminhar pela praia, curtir o visual e se jogar na areia, e se deliciar com os quitutes servidos na beira da praia. À direita da praia (olhando para o mar), há uma estradinha que sobe para cima do morro, de onde é possível ter uma visão panorâmica da praia.

Galeria de Fotos

<
>

Relato e outras dicas

Essa viagem para conhecer Ilhabela foi feita em parceria com o Mario, do site Trekking Brasil. Um relato dessa experiência e outras dicas podem ser encontradas aqui: http://trekkingbrasil.com/ilhabela-sao-paulo-trilhas-e-dicas/.


Atenção! Você curte nosso site e nosso trabalho? Curte as dicas e conhecimentos que produzimos? Então pedimos que você colabore fazendo uma doação de R$15 (ou outros valores) e nos ajude a manter o site funcionando e com novos artigos! Pense...  R$15 é menos que a diária de um camping e colaborando aqui você sempre terá aqui informações para continuar acampando por anos e anos! É barato e super simples e para nós faz toda diferença. Para doar apenas Clique no Botão abaixo!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorCamping Canto Grande
Próximo artigoFuiAcampar na Pesca Trade Show 2013
Porto-alegrense, mochileira, campista e formada em turismo. Um dia ela resolveu unir todas suas paixões: natureza, viagens, campismo, biologia, geologia, turismo e se tornou co-fundadora deste site.