Por Lys Figueredo (mãe,campista, astrônoma e educadora), autora do blog Camping com Crianças.

Muitas pessoas acreditam que acampar com crianças pequenas é algo extremamente difícil, beirando o impraticável. Essa crença permeia mesmo a comunidade campista mais experiente, que muitas vezes deixa de acampar por um período até as crianças crescerem um pouco.

Esse sentimento é uma grande pena, pois o campismo vai muito além de uma forma mais econômica de hospedagem. A prática se trata de uma modalidade esportiva baseada no coletivo, em sua versão mais plena. Se por um lado o campismo favorece um contato intenso com a natureza, por outro, a prática propicia uma experiência onde o diferente impera, o privado cede local ao coletivo, promovendo um ambiente rico em diversidade social, cultural e racial. E é justamente na primeira infância que essa experiência pode ser mais enriquecedora.

É na primeira e na segunda infância que os pequenos podem se beneficiar mais do contato com a natureza e da prática do coletivo. É na primeira infância que a criança começa a construir sua visão de mundo e toda a base fundamental para seu desenvolvimento como ser humano. É na infância que o cidadão começa a desenvolver o pensamento crítico, começa a entender o valor da participação, da colaboração e da solidariedade. É nessa fase que se estabelece a segurança emocional que irá servir de pilar para o desenvolvimento de um cidadão consciente, participativo e democrático.

Além de promover o contato com a natureza e a diversidade tão importante para a formação social de nossos pequenos, o campismo promove uma oportunidade excelente de aproximação entre pais e filhos. Longe dos afazeres, do trabalho, da TV e de toda a tecnologia que nos consome no dia a dia, só nos resta usar recursos criativos para favorecer o lúdico necessário, partindo da simplicidade, para entreter nossos filhos. Esse estar junto em um novo contexto fortalece o vínculo afetivo entre pais e filhos. A comunicação e a compreensão se estabelecem quando podemos finalmente nos voltar com mais atenção para as necessidades de nossos filhos, descobrir e entender suas vivências, explorar seus eventuais problemas e ajudá-los a construir soluções. Essa afetividade, esse amor, e esse vínculo são de fundamental importância para o desenvolvimento emocional dessas crianças que responderão as dificuldades impostas pela vida com mais segurança e desenvoltura.

 

É claro que  ir para um camping com crianças requer um pouco mais de planejamento, cuidados e equipamentos do que simplesmente colocar a mochila nas costas e sair para uma nova aventura. No entanto, acampar com crianças traz tantos benefícios no desenvolvimento dos pequenos que o bônus supera o ônus com categoria!

Mas para que isso se torne realidade, a primeira coisa que devemos tomar consciência e assumir de fato é que o acampamento deve ter um perfil mais família do que aventura, em outras palavras, o camping é focado nas crianças e não mais em nós, adultos. Tendo isso como princípio, praticar campismo com crianças se torna muito mais fácil e legal do que muitos pais imaginam. Nós é que temos a forte tendência de complicar tudo!

Estimulamos, portanto, a prática do campismo para a construção de um mundo muito melhor, tanto para nós pais quanto para nossas crianças. Dividir esses conceitos, ampliar nossos horizontes, estimular e ajudar pais iniciantes nessa prática é o principal motor que impulsiona esse texto e meu blog.


Atenção! Você curte nosso site e nosso trabalho? Curte as dicas e conhecimentos que produzimos? Então pedimos que você colabore fazendo uma pequena doação, o quanto você puder pagar... Essa é uma forma de manter nosso site funcionando. Qualquer valor para nós faz toda diferença para ajudar a manter o site no ar. Para doar apenas Clique no Botão abaixo!

  • Comentários da versão antiga do site

  • comentários da versão antiga do site

  • Maiko Janetzky

    Não tenho filhos, mas quando tiver quero acostumar eles desde pequenos a gostar de acampar… Muito boa essa materia..